Archive

Posts Tagged ‘WAS’

Criando um Web Service Restful com Jersey

Criei um conjunto de slides bem simples e objetivo com o passo a passo para se criar um Web Service RESTful utilizando a API Jersey. Para quem quer conhecer esse mundo, acredito que vá ajudar bastante.

Tenha em mente que implementar um Web Service é relativamente simples, porém, preocupe-se sempre com a segurança e volumetria (carga, stress, usuários, etc), pois isso tende a derrubar muito servidor por ai!

Enjoy!

Configurando WAS CE no Eclipse

Criei um pequeno tutorial sobre como configurar o Websphere CE no Eclipse.

Basicamente criamos o novo server e criamos uma aplicação Web dinânima para testar o mesmo!

Para baixar o tutorial, o link é este: http://dcon.com.br/jd.comment/juliano/fema/config_WASCE_Eclipse.odt

Se quiser o PDF, aqui está: http://dcon.com.br/jd.comment/juliano/fema/config_WASCE_Eclipse.pdf

Enjoy!

Categorias:JAVA, WebSphere Tags:, ,

Preparação de um ambiente de desenvolvimento JAVA, v2

Terminei a versão 2 do manual de preparação de um ambiente de desenvolvimento java. As novidades são a inclusão da configuração e download dos seguintes softwares:

– DB2 Express C
– Postgres no Ubuntu 8.04
– Tomcat via arquivo ZIP em Ubuntu 8.04
– RAD 7
– WebSphere App Server CE
– WebSphere App Server Enterprise

Baixe aqui.

Aguardem mais novidades ainda essa semana.

Por favor, critiquem a vontade!

Enjoy

Utilizando o Starting Weight no WebSphere

Editado: em versões mais recentes do WAS, o recurso se chama agora Startup Order e está nas opções Startup behavior.

Muitas vezes vamos fazer o deploy de um novo release de uma aplicação em um servidor de aplicações, e para fazer isso, simplesmente sobrescrevemos a aplicação anterior.

Poucas pessoas sabem que o WebSphere tem um recurso que nos permite instalar a nova versão da aplicação sem remover a versão antiga.

O recurso é chamado Starting Weight, ou seja, peso de inicialização.

Eu sugiro uma boa prática em nossos processos de deploy: Ao fazer o deploy de um novo release para sua aplicação, você deve dar um nome diferente a ela, por exemplo: “Aplicacao_X_release_2”, e setar o stating weight para 1, como na figura:

Utilizando o Starting Weight no WebSphere

Após isso, devemos ir no release anterior, e setar o starting weight para algo maior que um.

Assim, reiniciamos o servidor de aplicação, e quando ele iniciar, vai levantar a aplicação com o menor peso, pois ao tentar levantar a aplicação com o peso maior, o servidor vai verificar que o context root já está em uso por outra aplicação.

Esta é uma ótima prática para evitarmos operações de rollback demoradas. Se tivermos algum problema no novo release, podemos simplesmente fazer a troca de pesos, ou seja, colocar 1 no release mais antigo e 100 no novo release, assim, reiniciar o servidor de aplicação, e o mesmo, iniciará o antigo release, sem problemas!

Enjoy!

Categorias:JAVA, WebSphere Tags:,

Tuning de performance

Eu estava escutando um podcast de Wally Dietrich, um Arquiteto de TI da IBM, ministrada no “Technical Leadership Exchange”, um evento interno da IBM que reúne os seus melhores profissionais  para discutir sobre temas de interesse corporativo e compartilhar informações. O podcast é sobre “Performance Tuning”. Achei bem interessante o mesmo e compartilho aqui algumas informações.

Wally mostra alguns estudos de caso, onde fizeram melhorias de performance em aplicativos, e mostra como deve ser feito essa melhora de performance atravéz de tuning.

Um tuning deve ser do tipo “Bottom Up”, ou seja, de baixo para cima, conforme mostra a figura a seguir:

Tunning de performance

Precisamos começar promovendo um tuning no Hardware e no Sistema Operacional, após isso vamos para o banco de dados, servidor web e de aplicação, e finalmente vamos para nosso código fonte.

Algumas ferramentas que podem nos ajudar com o tuning são:

Código fonte: Log4j, ferramentas de profiling
Web Server, Apache: Verificar logs, Webalizer
App Server, no caso, WAS: RPA, TPV e como sempre, os logs
Banco de dados (DB2): Design Advisor, Configuration Advisor, Explain, etc
Hardware e SO: nmon, top, ps, iostat, free, vmstat e os logs.

É importantíssimo deixar bem claro que o uso de boas práticas no desenvolvimento de uma aplicação e o uso da filosofia KISS, também impactam muito na performance de sua aplicação. Conheça as melhores práticas de desenvolvimento de software.

Boa sorte com seu tuning!

Categorias:Diversos Tags:, , , ,

Criando um Datasource no WAS

Criando um Datasource no WASResolvi criar um tutorial rápido de como criar um Datasource no WAS (WebSphere Application Server).

O tutorial foi criado com base na versão 6. Mas é muito parecido como se cria na versão 5.

Pode ser baixado aqui -> Criando um Datasource no WAS.

Enjoy!

WebSphere Information Center: Tudo o que você precisa!

WebSphere Information Center- Tudo o que você precisa!Assim como fiz com o DB2, estou postando o link para o Information Center do WebSphere Application Server.

O Information Center é o local no qual você pode encontrar tudo o que você precisa para trabalhar com o produto. É uma espécie de manual completo, com tutoriais, exemplos, etc.

Link para a versão 6.0 e Link para a versão 6.1.

Muita gente ainda utiliza as versões 5.0 ou 5.1, para elas, o infocenter continua online! 🙂

Enjoy.

Categorias:JAVA, WebSphere Tags:, , ,