Início > JAVA > Criando um projeto Java que conecta no Derby

Criando um projeto Java que conecta no Derby

Segue um breve tutorial sobre como criar uma aplicação Java que se conecta no Derby e o manipula.

1- Baixe a versão mais recende do Derby em http://db.apache.org/derby/derby_downloads.html
Existe a distribuição binária (bin distribution) que além das bibliotecas requeridas, tras documentação, exemplos, etc. Eu costumo baixar a Lib distribution, que contem somente os JARS necessários.

2- Descompacte o arquivo baixado. Veja que existe um diretório LIB nele. Lá estarão as bibliotecas que utilizaremos em seguida.

3- É opcional, mas eu prefiro criar uma pasta em meu projeto chamada Derby e copiar os arquivos do Derby para dentro da mesma, assim, ao levar o projeto para outras máquinas, o banco vai junto. Criada a pasta, os dois arquivos necessários são:

  • derby.jar
  • derbytools.jar

4- Adicione os dois Jars copiados em seu ClassPath, para isso, clique com o botão direito no projeto e vá em propriedades, então em Java Build Path, e na Aba Libraries, clique em Add Jars e apontar o local onde estão os dois arquivos.

Feito isso, vamos para o código. Criei uma classe chamada TesteDerby no pacote br.com.tix11.programs , ele foi baseado na documentação oficial do Derby. A classe tenta se conectar num banco Derby, vê se o db ESCOLA existe, caso não exista o cria e popula e faz um select simples. Segue o conteúdo:

Feito isso, vamos para o código. Criei uma classe chamada TesteDerby no pacote br.com.tix11.programs , ele foi baseado na documentação oficial do Derby. A classe tenta se conectar num banco Derby, vê se o db ESCOLA existe, caso não exista o cria e popula e faz um select simples. Segue o conteúdo:

package br.com.tix11.programs;

import java.io.FileInputStream;
import java.io.FileNotFoundException;
import java.io.IOException;
import java.io.UnsupportedEncodingException;
import java.sql.Connection;
import java.sql.DriverManager;
import java.sql.ResultSet;
import java.sql.SQLException;
import java.sql.Statement;
import java.util.ArrayList;

import org.apache.derby.tools.ij;

public class TestDerby {

	private static String driver = "org.apache.derby.jdbc.EmbeddedDriver";
	private static String protocol = "jdbc:derby:";

	public static void main(String args[]) {
		if (checkDB())
		{
			System.out.println("BANCO ESTA PRONTO PARA O USO.");
		} else
		{
			System.out.println("BANCO NAO ESTÁ OPERACIONAL.");
		}
	}

	public static boolean checkDB() {
		boolean retorno = false;
		loadDriver();
		Connection conn = null;

		ArrayList statements = new ArrayList(); // list of Statements,
												// PreparedStatements
		Statement s = null;
		ResultSet rs = null;
		try
		{
			String dbName = "ESCOLA"; // the name of the database
			// caso DB não exista, ele cria
			conn = DriverManager.getConnection(protocol + dbName + ";create=true");
			System.out.println("Connected to and created database " + dbName);

			// Imprimindo o conteudo da tabela disciplina
			s = conn.createStatement();
			rs = s.executeQuery("SELECT * FROM ESCOLA.discipline");
			while (rs.next()){
				System.out.println(rs.getInt(1) + " - " + rs.getString(2));
			}

			// Efetuando shutdown no DERBY
			try
			{
				DriverManager.getConnection("jdbc:derby:;shutdown=true");
			} catch (SQLException se)
			{
				if (((se.getErrorCode() == 50000) && ("XJ015".equals(se.getSQLState()))))
				{
					System.out.println("Derby shut down normally");
				} else
				{
					System.err.println("Derby did not shut down normally");
					printSQLException(se);
				}
			}

		} catch (SQLException sqle)
		{
			// Caso eu nao encontre o banco ou a tabela, eu os crio. Deve passar aqui somente na primeira execussao
			printSQLException(sqle);
			if  ( ( sqle.getMessage().equalsIgnoreCase("Table/View 'ESCOLA.discipline' does not exist.")) || (sqle.getMessage().equalsIgnoreCase("Schema 'ESCOLA' does not exist")) )
			{
				System.out.println("Ill create the database.");
				if (createDB(conn))
				{
					System.out.println("Banco Criado");
					System.out.println("Populando Banco");
					if (populateDB(conn))
					{
						System.out.println("Banco nao pode ser populado");
					} else
					{
						System.out.println("Banco populado");
						retorno = true;
					}
				} else
				{
					System.out.println("Banco não pode ser criado");
				}

			}
		} finally
		{
			// release all open resources to avoid unnecessary memory usage
			try
			{
				if (rs != null)
				{
					rs.close();
					rs = null;
				}
			} catch (SQLException sqle)
			{
				printSQLException(sqle);

			}

			// Statements and PreparedStatements
			int i = 0;
			while (!statements.isEmpty())
			{
				// PreparedStatement extend Statement
				Statement st = (Statement) statements.remove(i);
				try
				{
					if (st != null)
					{
						st.close();
						st = null;
					}
				} catch (SQLException sqle)
				{
					printSQLException(sqle);
				}
			}

			// Connection
			try
			{
				if (conn != null)
				{
					conn.close();
					conn = null;
				}
			} catch (SQLException sqle)
			{
				printSQLException(sqle);
			}
		}
		return retorno;
	}

	/**
	 * Cria a tabela
	 * @param conn
	 * @return
	 */
	private static boolean createDB(Connection conn) {
		FileInputStream fileStream = null;
		try
		{
			fileStream = new FileInputStream("./scripts/create.sql");
			int result = ij.runScript(conn, fileStream, "UTF-8", System.out, "UTF-8");
			System.out.println("Result code is: " + result);
			if (result == 1)
			{
				return true;
			} else
			{
				return false;
			}
		} catch (FileNotFoundException e)
		{
			return false;
		} catch (UnsupportedEncodingException e)
		{
			return false;
		} finally
		{
			if (fileStream != null)
			{
				try
				{
					fileStream.close();
				} catch (IOException e)
				{
				}
			}
		}
	}

	/**
	 * Popula a tabela
	 * @param conn
	 * @return
	 */
	private static boolean populateDB(Connection conn) {
		FileInputStream fileStream = null;
		try
		{
			fileStream = new FileInputStream("./scripts/populate.sql");
			int result = ij.runScript(conn, fileStream, "UTF-8", System.out, "UTF-8");
			System.out.println("Result code is: " + result);
			if (result == 1)
			{
				return true;
			} else
			{
				return false;
			}
		} catch (FileNotFoundException e)
		{
			return false;
		} catch (UnsupportedEncodingException e)
		{
			return false;
		} finally
		{
			if (fileStream != null)
			{
				try
				{
					fileStream.close();
				} catch (IOException e)
				{
				}
			}
		}
	}

	private static void loadDriver() {
		try
		{
			Class.forName(driver).newInstance();
			System.out.println("Loaded the appropriate driver");
		} catch (ClassNotFoundException cnfe)
		{
			System.err.println("\nUnable to load the JDBC driver " + driver);
			System.err.println("Please check your CLASSPATH.");
			cnfe.printStackTrace(System.err);
		} catch (InstantiationException ie)
		{
			System.err.println("\nUnable to instantiate the JDBC driver " + driver);
			ie.printStackTrace(System.err);
		} catch (IllegalAccessException iae)
		{
			System.err.println("\nNot allowed to access the JDBC driver " + driver);
			iae.printStackTrace(System.err);
		}
	}

	private static void reportFailure(String message) {
		System.err.println('\t' + message);
	}

	public static void printSQLException(SQLException e) {
		while (e != null)
		{
			System.err.println("\n----- SQLException -----");
			System.err.println("  SQL State:  " + e.getSQLState());
			System.err.println("  Error Code: " + e.getErrorCode());
			System.err.println("  Message:    " + e.getMessage());
			e = e.getNextException();
		}
	}

}

Repare que eu criei dois scripts SQL, um que cria a tabela que utilizaremos para teste e outro que a popula. Então, no exemplo JAVA você verá dois métodos sendo invocados caso necessário, para chamar respectivamente os scripts que criam e populam a tabela. Dentro do projeto tem uma pasta chamada scripts, e nela, os dois scripts.

create.sql

CREATE TABLE "ESCOLA".discipline
(
  id numeric(10) NOT NULL,
  "NAME" character varying(100) NOT NULL
);

populate.sql

INSERT INTO "ESCOLA".discipline (id, name) VALUES (1, 'Module 1');
INSERT INTO "ESCOLA".discipline (id, name) VALUES (2, 'Module 2');
INSERT INTO "ESCOLA".discipline (id, name) VALUES (3, 'Module 3');
Categorias:JAVA Tags:, , , ,
  1. João Castro
    outubro 23, 2013 às 4:19 pm

    gambiarra estilo master

    • Jonas
      outubro 31, 2013 às 8:27 am

      Mais conhecido como POG

  1. maio 18, 2014 às 4:31 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: